quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Como os árabes vêem os judeus

Andava eu lá pelo Diário da África, e me deparei com esse texto muito interessante.

O texto é bastante longo, mas vale a pena, e aqui mando só uma palhinha...

"A Palestina é país pequeno e muito pobre, quase do tamanho do estado de Vermont. A população árabe é de apenas 1,2 milhão de pessoas. E fomos obrigados a receber, contra nossa vontade, cerca de 600 mil judeus sionistas. E nos ameaçam com muitos mais centenas de milhares. Nossa posição é tão simples e natural, que surpreende que tenha sido questionada. É exatamente a mesma posição que os EUA adotaram em relação aos infelizes judeus europeus. Os senhores lamentam que eles sofram o que sofrem hoje, mas não os querem em seu país."

"A imigração ilegal da Europa é montada pela Agência Judeus Americanos, que é mantida quase exclusivamente por fundos norte-americanos. São dólares norte-americanos que mantêm os terroristas, que compram as balas e as pistolas que matam soldados ingleses – aliados dos EUA – e cidadãos árabes – amigos dos EUA."

6 comentários:

Bubbles disse...

Cambada de sem-vergonhas!

Marrie disse...

Pois...e viva as inúmeras teorias das várias conspirações.
Td é maracutaia e a gente nem sonha!
E o pior: qt mais se sabe, pior é!

Bubbles disse...

very true!

Ludwig disse...

heil hitler. bgs.

Di Sammet disse...

É Adolfinho, se não tivesses economizado o gás . . .
Prefro me abster de comentarios sobre os porcos judeus sionazistas pra não ser taxado de anti semita.
Mas debaixo do tapetinho de Israel tem muuuuito mais sujeira do que se imagina.

Marrie disse...

debaixo do tapetinho de Israel tem muuuuito mais sujeira do que se imagina= aqui leia-se debaixo do tapetinho dos EUA tb; and much, lots more maybe!
And maybe we shouldn't be having this kind of conversation...CSI / FBI / Scotland yard might be watching us
hehehehe